28 de set de 2006

Lula exagera no discurso (e na cachaça)

A cachaça que Lula tomou no discurso em comício feito em Porto Alegre era da "marvada".
Entre um delírio e outro se comparou a ex-presidentes, mártires da história brasileira e (pasmem!) ao próprio Jesus Cristo.

Sem qualquer noção da realidade, chegou ao absurdo, quando tentou se esquivar com o seu famoso "Não sabia de nada" sobre o dossiê, e citou Cristo : "Se nem Jesus sabia que Judas iria traí-lo, como eu poderia saber?" e não parou por aí : "Em Mateus 26, Cristo aparece dizendo aos seus doze apóstolos um de vós me trairá".

O que me deixou esperançoso foi sua comparação à Getúlio Vargas. Quem sabe ele não venha a ter o mesmo fim?

26 de set de 2006

Todo poder emana do povo


Mal posso esperar pelo próximo final de semana.
Sendo eu cidadão de um país democrático e levando em conta que não tenho em quem votar, ficarei detido em minha casa, até a hora infeliz de me dirigir a zona eleitoral e após uma longa espera numa fila (se tudo correr bem) ter o trabalho de inventar um número inválido para todos as modalidades de pilantras candidatos.

Isso porque ninguém teve a ideia de se criar a tecla NÃO, OBRIGADO ou PASSO ou ANULA. O gasto com plástico na produção de milhões dessas teclas iria onerar os cofres públicos.

Também estou proibido de consumir minha birita no bar com os amigos 24 horas antes e 24 depois das eleições, enquanto me concentro para exercer meu direito de anular meu voto. Pode ser que uma briga acalorada sobre quem é o mais honesto resulte em tragédia. Por isso é prudente evitar.

O curioso é que eu posso cometer um crime! Se escapar do flagrante, tenho 7 dias para fugir para bem longe. Isso porque sou um reles eleitor. Se fosse candidato, o mesmo artigo 236 do Código Eleitoral me daria 15 dias.

Fico pensando: Ser obrigado a votar combina mais com ditadura do que democracia. Quer dizer que se eu tenho um direito, tipo comer o que quiser, sou obrigado a comer uma pratada de merda?

Ah! sim , claro, posso não ir mas também não recebo salário, não faço matrícula em faculdade e nem concurso, não saio do país e mais uma porção de penalidadezinhas só para eu ficar ciente de que eu tenho um direito.

Puxa! Quanto esforço do Estado para me lembrar de um direito tão sublime.

22 de set de 2006

A arte de representar um país

Dona Lindu, mãe de Lula, se orgulha muito ao ver o filho, com apenas o diploma de pré-primário e , como ele mesmo gosta de dizer, "Formado na escola da vida", fazendo bom uso do dinheiro dos contribuintes, correndo o mundo representando o Brasil.

É por isso que ele nunca sabe de nada!


Baseado no post Lula dorme... do amigo Kafé Roceiro.

20 de set de 2006

PT se lasca na reta final

Postagem solidária

O Ricardo Rayol postou sobre uma palhaçada, fruto do excesso de falta do que fazer de algumas pessoas histéricas do interior do Rio Grande do Sul e pediu para quem quiser ajudar postar novamente em sinal de protesto.

"Uma das coisas bizarras que vejo por plagas brasileiras é o pseudo-puritanismo quando se trata das armas e hinos nacionais. Lá fora, o canto do hino, nas mais diversas formas, é estimulado. Vi um filme uma vez, do qual não recordo o nome, que um fantasma cantava o hino americano ao som estilizado de BB King. Mas aqui, basta uma pessoa dar uma entonação diferente, colocar emoção, que uma cambada de babacas se exalta dizendo que é uma afronta coisa e tal.Falo isso por que amanhã, dia 19/09/2006, numa escola do interior do Rio Grande do Sul, será encenado um ato por crianças de 10 anos, de uma escola pública, onde o hino nacional brasileiro, aquela estória de "deitado eternamente em berço esplêndido" e "impávido colosso", será levado de forma teatral e criativa. Bastou isso para que uma turba de mal-comidas se manifestasse contra, inclusive com liminares etc. Muita histeria para pouco pirão.A professora, valente e que não deixa uma boa briga, retrucou em juízo e vamos ver no que vai dar. Gostaria que meus amigos blogueiros se solidarizassem com essa pessoa do bem, que dá esperança a tantas crianças desamparadas, e divulgassem essa puta sacanagem que estão fazendo. Quem sabe assim alguns deixem de ser cretinos e se tornem mais brasileiros.PS: Pessoal, não tem link nem nada para manifestar o agravo. Se só postarem o assunto em seus blogs com a imagem daqui já está valendo."

Eterna lógica eleitoral

Tirinha do ANGELI

18 de set de 2006

Momento Lula

14 de set de 2006

Túnel do tempo

"Os cumpanheiro não se iludam. Eu só penso nele"

Luis Inácio Lula da Silva - setembro de 1972

13 de set de 2006

TSE dá mau exemplo


Se o que se vê nessa simulação de voto fosse verdade, eu já estaria me mudando para o Paraguai.

O TSE foi extremamente infeliz ao colocar a ilustre imagem de Grande Otelo como exemplo de candidato.

Além de molestar a memória do artista, passa a impressão que pessoas de grande valor cultural e moral se enveredam por um caminho torto como o da política.

O sujeito para ser candidato a qualquer cargo político tem que ter uma vocação para pilantra. É do tipo que não acredita em trabalho honesto e é grande amigo do alheio.

Os exemplos dados pelo TSE envolvem de maneira acintosa grandes nomes das artes e literatura num total desrespeito a memória dos mesmos.

Escolhi aqui protestar por Grande Otelo pelo fato de ter interpretado nas telas o personagem Macunaíma, de Mário de Andrade.

Mesmo sendo o herói sem caráter algum, Macunaíma certamente criaria um pouco e teria vergonha em pedir ao povo um "empreguinho" de político, mesmo se tratando de um país onde política é um meio de vida, um mero ganha pão.

Candidatos animados - Kodos

11 de set de 2006

Maribondo continua com fogo no rabo

Parece que para superar a frustração de perder as eleições para governador do Amapá (pensei que ele fosse coronel apenas no Maranhão) , o beletrista José Bigode resolveu brincar de gato e rato com a jornalista e blogueira Alcinéia Cavalcante.

Não bastou a moça pedir asilo em um blog estrangeiro. O birrento Sarney continua a querer lhe tirar a liberdade de expressão. Entrou com mais cinco ações contra o novo blog. São agora 14 o total. Vejam bem a que ponto chega a imbecilidade de um homem que já (infelizmente) foi presidente dessa grande nação de desmandos.

Peço a quem ler esse post que divulgue a notícia, pois se depender do bom senso de Sarney, essa palhaçada nunca terá fim.

A charge é do Jornal Pequeno.

7 de set de 2006

Lendas da política II - Abdução

O ano era... não me lembro, Collor e Lula desputavam a presidência do eterno país do futuro na primeira eleição direta após ...não me lembro quanto tempo.

Lula , apaixonado e otimista , traçava planos de mudanças sociais nunca antes pensadas não imaginando que uma conspiração a nível interplanetário estava a caminho.

Mudanças sociais positivas são ótimas para um povo, porém são um mal negócio para os que se alimentam da situação. Num esforço conjunto, Silvio Santos, Abílio Diniz e terroristas salvadorenhos associaram-se a Kodos e Kang, do planeta Rigel 7 na intenção de sabotar a vitória eminente de Lula.

Enquanto Abílio Diniz e os Salvadorenhos montavam um circo em torno de um sequestro onde foram gastas ... não me lembro quantas sacolas plásticas e adesivos com o simbolo do PT, Silvio Santos se incumbia em tranformar o horário eleitoral num grande e tedioso domingo, com uma candidatura de última hora, fadada a impugnação.

Em meio a essa bagunça, Kodos, usando de suas habilidades alienígenas, transmutava-se em um ser idêntico a Lula tomando para sempre sua identidade terráquea enquanto Kang levava o original para Rigel 7 onde uma junta de cientistas políticos rigelianos o esperava para intermináveis dissecações, dando direito ao uso de sondas constrangedoras, com o propósito de entenderem que tipo de energia levava um operário do ABC , cheio de conversa mole, a ir tão longe em uma empreeitada politica.

Ao final, os conspiradores atingiram suas metas e tiraram do povo brasileiro a oportunidade de ser feliz.

Hoje Kodos ainda transmutado, vaga livremente pelo nosso país, agora no papel de presidente.
A cara de sapo barbudo é capaz de enganar até a primeira dama, mas aqueles que conviveram com Lula durante sua trajetória podem notar que sua personalidade e valores mudaram. Não reconhecem nele aquele ser cheio de paixão e vontade. Incorruptível, honesto, humilde e patriota. Não imaginam o rigeliano frio e cruel que habita aquela imagem, capaz de levar, por meio de telepatia, a nação a reelegê-lo.

Aqueles que são suceptíveis a telepatia de Kodos o defendem até a morte. Cegos que estão, não conseguem calcular os estragos que causarão com seus compridos e pegajosos indicadores ao dedilharem a urna eletrônica em ... não me lembro o dia da eleição.