9 de nov de 2007

Sobre vampiros e inteligência policial


Vlad Hacamia o vampiro que prometia riqueza e imortalidade à adolescentes de Presidente Prudente - SP se apresentou à polícia na semana passada.

Na verdade trata-se do ajudante-geral Vandeir Máximo da Silva, que abordava os ingénuos jovens em shoppings e portas de escolas e os atraia para reuniões de inicialização, onde os mesmos tinham os pescoços mordidos e o sangue bebido através de cortes no corpo na promessa de se tornarem vampiros com poderes sobrenaturais.

Os espinhentos seguidores juram que Vlad era dotado de asas e possuia caninos que cresciam a olhos vistos e estavam prontos para embarcar em uma viagem à um templo onde só Deus pode dizer o que iria acontecer.

Essa estória poderia ficar no nível de ridícularidade elevada onde se encontra não fosse o enorme trabalho de investigação científica da polícia para descobrir se o tal Bento Carneiro paulista possuia mesmo parentesco com o Conde Drácula.


A investigação, paga com o dinheiro público evidentemente, não obteve êxito e serviu apenas para constatar que Vandeir não passava de um tarado chupador de pescoços que de sobrenatural só tinha mesmo seu desejo de traçar adolescêntes de ambos os sexos.

Ao que tudo indica, a polícia de Presidente Prudente é grande fã da série Arquivo X. Porém deveriam gastar menos tempo e dinheiro para prender um aliciador de menores ao invés de ficarem brincando de Mulder e Sculy.

5 de nov de 2007

Um é terrível, dois é insuportável, três é inimaginável


Todos, inclusive o molusco regente, dizem ser cascata essa estória de um terceiro mandato.
Portanto, preparem a vaselina, pois aqui, em se plantando tudo dá.