3 de dez de 2007

El dormitar del diablo



O diabo cochilou feio no referendo venezuelano e melou os planos do malígno Hugo Chavéz.


Com apenas 1.21% de diferença os venezuelanos escaparam por pouco de ver seu país atravessando o Mar das Caraíbas e se fundindo com a ilha do nefasto Fidel Castro muito embora já estejam mesmo ilhados histórica e moralmente do resto do mundo.


Não obstante o fato de pertencer a América Latrina, deve-se levar em conta o ego entumecido de seu lider antes que a Venezuela possa se ver livre desse pesadelo.


Com o apoio de 49,49% dos cidadãos votantes e aí não estão inclusos a turma do "no me gusta el trabajo" , Hugo Doidinho pode perfeitamente tentar continuar sua empreitada e aplicar um golpe de Estado uma vez que além de insano por conveniência é também militar.


Agora pense bem : Se você fosse lider de um império de primeiro mundo, com um enorme potencial bélico e uma gana descomunal por petróleo e florestas tropicais, o que faria ao se deparar com um golpe militar que tem como pretenção trocar o capitalismo pelo socialismo ferindo a famigerada democracia? Isso já aconteceu no Sudeste Asiático nos idos de 1960, lembra?


Para aqueles que consideram um exagero de minha parte, deixo a foto abaixo para uma reflexão mais profunda:











5 bestaram:

Luiz Lailo disse...

Após reconhecer a derrota, Huguinho não deixou por menos: "Companheiros, a luta continua"!
Ainda bem que a oposição sabe que o preço da liberdade é a eterna vigilância.

Fábio Mayer disse...

Fidel está no poder daquela m... de país até hoje, porque se trata de um lugar onde, pela inviabilidade econômica e pouca população, ficou fácil controlar as poucas massas com uma polícia política.

Já Chaves bem que tentou, mas esbarrou numa população grande, que não dá muita possibilidade de controle total de todos os agentes políticos... Mas ele não vai desistir e, não duvide, arranjará uma desculpa qualquer para impor suas idéias tortas.

alexandre, the great disse...

Jorge.
Sem dúvidas a oposição venezuelana deve "ficar esperta" após este plebiscito. Os líderes do Movimento Estudantil devem ter "peito de bigorna", pois sabem que terão ainda 5 longos anos pela frente.
Aproveitando o ringtone preferido internacionalmente, que tal lançarmos a "brazilian version" por aqui: "Cala a boca, sapão!"


Alexandre, The Great

Jorge Sobesta disse...

The Great, anotado, hehe.

Fábio, pode crer, niguém segura o grande ego do pequeno Fidel.

Abraços.

Ricardo Rayol disse...

Recoimendo a leitura do "A volta do idiota", faz uma análise interessante dessa bagaça latrino-americana