25 de set de 2007

Ignóbil paspalhão

Lula finalmente se encontrou com Bush. Porém estava tão aflito em mostrar ao amigo os pormenores da produção de biocombustiveis que se esqueceu de dar-lhe o tal recado ameaçador.

Com certeza deve ter deixado um bilhetinho em algum lugar da Casa Branca.

6 bestaram:

ielpo disse...

Dá pra imaginar o Lula-lelé tomando um "arrocho" do Bush:

"Recado, qui recado? Num tô sabenu di nada, cumpanhêro Bush... Dévi di sê arguma tramóia daquelas tal mídia golpista... daqueles tal bloguêro, tudo das elite... Mas eu num sei di nada..."

Abraço!

andrewernner disse...

Jorge,
Mas é assim mesmo. Para os hermanos o discurso e a bravata são fortes, inclusive batendo o pé, e dedo em riste. Já no primeiro mundo, a conversa é outra, cheia de amabilidades de parte a parte...

É mais ou menos igual o que os “cumpanhêros” da cúpula fazem por aqui. Para o povão, mostra humildade; no reservado dos bons restaurantes camarão, lagosta, vinhos caríssimos e charutos cubano.

De esquerda mesmo, só o discurso. Caso contrário, não existiriam politicamente. Assim é fácil ser da esquerda. Aliás, da esquerda mesmo é só a petezada massa de manobra que repete o que eles mandam, geralmente decisões tomadas em salas confortáveis, com ar-refrigerado e serviços de garçons. Essa, por sua vez, é a esquerda delirante! / Abs

Ricardo Rayol disse...

ahahahahahah bull shit

alexandre, the great disse...

Jorge.

Está faltando o copo ou taça na foto. Ele não fica sem sua "dose" nesses momentos angustiantes.


Alexandre, The Great

Jorge Sobesta disse...

The Great,

O imbecil está petrificado, não conseguiria segurar nada.

Grande abraço.

Luiz Lailo disse...

É mesmo, rapaz. Ele disse que ia chamar o Bush no saco...
Mas sabe como é, nenhum dos dois fala português e nenhum dos dois fala inglês.