22 de fev de 2008

Atração diabólica - segundo capítulo


Devo ter desmaiado pois não me lembro de como cheguei até o gabinete de El Comandante.

Sei que fui voltando pouco a pouco à realidade, contemplando, em meio ao meu torpor, cada detalhe do cenho do lider cubano.

Sua testa pequena, sua calva reluzente, seus cabelos ralos unidos à barba que escorria pelo queixo como uma cascata crespa e sua boca! Ah! sua boca grande e murcha se movendo freneticamente me facinava.

Sua voz rouca fazia-se cada vez mais alta a medida que meus sentidos se aguçavam. Foi então que pude ouvir claramente a ordem :

- Muova-te, cabron!

- Desculpe-me - balbuciei.

- Ihhhh! Essa couve é flor - disse ao fundo o padre Miguel D' Escroto, fazendo todos os presentes cairem na cargalhada.

Não me ofendi, nem um pouco, com o escárnio de D'Escroto sobre minha sexualidade. Era maduro o suficiente, já naquela época, para estar tranquilo a respeito de minha orientação sexual, que naquele exato momento apontava firmemente na direção de meu interlocutor.

Continua ....

NA : ¹ Mini Série inspirada pela recém aposentadoria da Besta Cubana e inpirada em fatos reais . Qualquer semelhança com pesoas e fatos terá sido mera coincidência.
² Fotos ilustrativas aleatórias, não indicando relação dos fatos com as pessoas.


5 bestaram:

Fábio Mayer disse...

Esse retrato de "el comandante"... lembra em muito o retrato do tiranete do Paraná.

Lerdo em Surtar disse...

Este episódio já faz vislumbrar as pinceladas metafísicas desta série. Um homem, uma efígie, um ser sobrenatural? Ou o próprio demo? Somente quem vivenciou esse drama, para poder descrever o horror dessa abdução abocanhadora da alma...!

Luiz Lailo disse...

Me espanta a naturalidade do narrador e a sua conformação com sua natureza bicháldica.
Recentemente um homofóbico foi processado por um maricón que alegava ter sido atingido em sua honra física e moralmente.
A César o que é de César, às bichas o que é das bichas.

Ricardo Rayol disse...

Tu voltou com a corda toda ahahahah

Alexandre, The Great disse...

"Padre Miguel D'Escroto"... quáquáquá... dá pra escrever uns 20 capítulos? Tá bom demais!