28 de ago de 2006

Marimbondo de fogo se zanga


Acostumado a bancar o croronel-que-pagou-patente , o beletrista José Sarney teve a audácia de passar por cima dos direitos civis, mais especificamente do de liberdade de expressão, da jornalista Alcinéa Cavalcante.

O bigodudo ficou arretado pelo fato de Alcinéia ter publicado em seu blog essa foto, pixada em um muro de Macapá e entrou como uma limiar na justiça exigindo a retirada do blog dela e da irmã do ar, multa de 106 mil reais e direito a resposta!

A UOL tirou os dois blogs do ar, mesmo após suas autoras terem retirado os posts de seus blogs, sem nenhum comentário ou explicação. Somente o de Alcinéa está de volta. O de sua irmã ainda não.

Alguém tem que avisar para esse idiota que a ditadura já acabou a muito tempo, e aproveitar a ocasião para mandá-lo se foder.

Fica aqui uma sugestão para que todos publiquem em seus blogs está foto como maneira de protesto contra essa arbitrariedade asquerosa.

5 bestaram:

Vera disse...

Jorge: retiraram do ar o blog da Alcinete, "DITADURA DO SENHOR DE ENGENHO!" :-) Bjs

Helena de Tróia disse...

Disso tudo ficou um saldo: os blogs mostram sua força.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

..."Pelo pouco tempo que me foi dado conhecer da política brasileira já constatei que a classe que a dirige é culturalmente muito pobre e intelectualmente desonesta."...

Aguardo o teu comentário no EG.
Um abraço,

Saramar disse...

Jorge, boa noite.
Ele se deu mal nessa, apesar de continuar perseguindo a jornalista.
Até no exterior, a atitude autoritária de "sua excelência" está repercutindo de forma desfavorável a ele.
Bem feito!
Obrigada.

beijos

Kafé Roceiro disse...

Abaixo o babaca! Abaixo a ditadura!