5 de mai de 2006

Lula escreve para Bono

"Cumpanhero Bono
Como vai essa força? Cantano muito aí?
Demorei muito pra te escrevê, pruque num tenho lá essas intimidade com lapis e papel e dipois eu fiquei tentando corrigir eu mesmo os erro de portugueis da carta, mas agora acho qui ficô bão!

Num te expriquei direito o fome zero na epoca qui voce veio canta pra nóis pruque a impreça tava de oio e sabe como é imprença, né?

Mas vô tenta exprica :

Olha, na verdade Bono, o fome-zero é um sonho meu e dos cumpanheiro de batalha. Nóis quando era pobre só tinha como diverção cumê piça uma veis por meis, no dia do pagamento. Era muita sofrida a vida naquela epoca. Ficava babando esperando o dia de cumê a piça, cum muita fome.

Intão um dia tava revoltado e com a caveira cheia di cana, virei e prometi prus cumpanheiro que se eu chegasse nalgum lugar nessa vida num ia faltar piça todo dia. Alembro qui na epoca um cumpanheiro nosso qui gostava muito di desenhá feis até um desenho qui eu guardei pra num esquecê, pru que voce sabe como é esse negocio di cachaça, a gente promete e depois isquesse tudo. O desenho é esse aí, ó :

Fico tão bunito! Eu quiria qui chamaçe PIÇA PRA NÓIS, mas os cumpanheiro sabia das coisa e falaram que num ia ficar bão.

Tá, daí o tempo paçô e eu cheguei aqui, PRESIDENTE! eita! Nem mi pegunte como pruque eu num quero escrever otra carta.

Eu tinha qui fazê bunito e economizá o dinhero do povo. Aí eu pensei, rapais esse negocio de CPI da muita piça! E dei ou derão , num sei bem, um jeito e um dia tava lá, os cumpanheiro de batalha tudo metido em CPI! Nóis cumeu piça até fartar, o unico qui num quis foi o Zé Dirceu, num sei bem pru que, negocio di regime. Zé é cheio das frescura.

E eu ia ate te chamar pra cumê a piça do Josias, mais sabe como é , né?

Tô esperando voceis vim canta aqui di novo.

Saudades do cumpahneiro,

Lula"




1 bestaram:

Walter Carrilho disse...

daqui a pouco o Bono defende a greve do Garotinho...