31 de mai de 2006

Alckbin acredita em "ira santa" contra Lula

Em jantar com um grupo de 220 empresários, o presidenciável tucano Geraldo Alckmin disse na noite de terça-feira, em São Paulo, estar convencido de que o eleitorado está decepcionado com o governo do presidente Lula e que em outubro haverá "uma ira santa".

Visivelmente embriagado, o tucano pôs-se a falar por 31 minutos. Entre um trago e outro, convocou a nação para ingressar numa cruzada em nome de Alá contra o demônio petista, prometendo 7 virgens no paraíso e todas as regalias que um bom terrorista merece.

Recentemente convertido ao islamismo, Alkimin, que agora atende pelo nome de Mohamed Alkbin Laden, declarou ter encontrado na religião o conforto para a desilusão de ter enveredado por uma campanha presidencial sem futuro.

Um detalhe que vem preocupando a cúpula tucana é o também recente gosto pelos derivados do ópio, fato este responsável pela verborreia psicodélica que vem acometendo o candidato, mudando o cerne de seus discursos, mesmo que de uma maneira discreta.

2 bestaram:

Walter Carrilho disse...

Só falta montar um grupo terrorista e atacar Brasília. Olha...não é má idéia!

Andre Senna Duarte disse...

Tb acredito!!!